Ciclo de inspiração: você pode ser a força de outras mulheres - Por Ju Romano

Dia desses vi um post MARAVILHOSO escrito pela Ju Romano, e eu precisava compartilhar com vocês!
É sobre isso que eu sempre falo aqui... cada um fazendo a sua parte faz uma coisa muito maior acontecer!
Espero que gostem!
Vocês encontram o post original AQUI.
..................................

Olá queridas, quem me acompanha no Instagram (@ju_romano) sabe que eu estive de férias essa última semana. Resumindo, fui com a minha família para um hotel pequeno emSerra Negra (interior de SP) e passei por cidades perto como Monte Sião e Pedreira. Lá, apesar de ser frio, de manhã e no começo da tarde faz um calor gostosinho e dá super para ir à piscina. Ou seja, bom momento para colocar os maiôs e biquínis em prática e mostrar ao mundo as curvas que essa vida me deu hua hua hua.
Acho que já contei alguma vez por aqui que quando comecei a desencanar das minhas neuras (coisas do tipo evitar usar vestido por causa do joelho gordo) eu me inspirava MUITO ao ver uma menina plus size que trabalhava na mesma empresa que eu e nem sequer ligava para o fato de ter coxas grossas, gorduras e tal e se vestia SUPER fashion, com shortinhos, coletes, transparências, decotes… Eu olhava ela passando e pensava: “cara, que mulher incrível” e nem sequer reparava em seu joelho assim ou assado. Olhar essa menina fazia eu me sentir super confortável com a roupa que eu estivesse. Essa menina sem saber me dava mais forças e me inspirava todos os dias.
Eu contei isso porque nessas férias eu tive uma visão concreta do que eu passei a chamar de “ciclo de inspiração” que é quando você se sente inspirada por uma mulher, cria força para usar/fazer/ser o que quiser e acaba inspirando outras mulheres, que inspiradas por você inspiram outras mulheres e assim vai. Vou contar:
“Ciclo de inspiração” é quando você se sente inspirada por uma mulher, cria força para usar/fazer/ser o que quiser e acaba inspirando outras mulheres, que inspiradas por você inspiram outras mulheres e assim vai em um eterno ciclo de liberdade e libertação.''
Eu estava na piscina do hotel e tinham outras várias mulheres com corpos mais dentro do padrão, mais magrinhas e com “menos tudo”. Apesar de me sentir super bem com o meu corpo eu me peguei umas 2 ou 3 vezes pensando em como eu tinha engordado com o passar dos anos… Esse pensamento raramente me vem à cabeça e tampouco me incomoda, mas nesse dia me surpreendeu. Por que eu estava criando essa insegurança em mim??? Eu já tenho bem claro para mim o quanto estúpido é colocar um corpo ou outro como “perfeito” sendo que todos os corpos são diferentes e perfeitos, eu já tenho as questões da minha saúde e da minha beleza muito bem resolvidas e uma série de outros questionamentos que já estão solucionadas para mim… Eu sei exatamente como e por que eu engordei com o passar dos anos e já sei como eu prefiro viver, então daonde veio essa insegurança?
Foi então que olhei para a outra piscina e estava lá uma outra menina plus size se divertindo na cachoeira da piscina, se deliciando com o sol e a água, parecendo realmente uma propaganda de shampoo… Ela estava ótima! E apesar de ter o corpo bem diferente do meu, era o que mais se aproximava – diferente das outras mais magrinhas. Eu fiquei muito feliz por ela, porque não importa se ela estava ou não de regime, se ela estava ou não cuidando de sua saúde, se ela estava ou não querendo mudar…Independentemente de qualquer coisa ela estava lá, aproveitando o momento com seu corpo do jeito que é. Ela não perdeu as férias se escondendo em baixo de uma roupa ou com vergonha de seu corpo, que do jeito que é pode lhe proporcionar tantos momentos prazerosos.
Aí que me dei conta DE NOVO quão irracionais eram as minhas inseguranças. Só porque eu sempre fui bombardeada com a ideia de que eu tinha que ser magra para poder vestir um maiô ou biquíni e me divertir no verão quase ignorei o fato de que eu já estava de maiô/biquíni, eu já estava no verão e eu já poderia estar me divertindo se não fosse a ideia TOSCA de que eu precisava ser magra pra isso!!!
Conclusão: Aí mandei tudo pra puta que o pariu e fui eu mesma na cachoeira… Claro, me faltou glamour para fazer a propaganda de shampoo, mas me diverti MUITO!!!!

ciclo de inspiração moda praia plus size

Esse biquíni é o velho, da C&A (uma coleção bem antiga)
aproveitei para ir na cidade comprar biquínis novos porque os meus estavam todos arregaçados e velhos… hua hua hua

ju-romano-na-piscina-plus-size
biquini-plus-size-de-cintura-alta

Esse biquíni é de uma marca que descobri nas férias a Rivanna Moda Praia
E como eu falei que tudo é um ciclo de inspiração, com essa minha atitude consegui convencer minha irmã (que estava insegura porque engordou um pouco) a tirar o vestido e até a tirar fotos de biquíni. Ou seja, me senti inspirada pela outra hóspede plus size e depois consegui inspirar minha irmã, que pode ser que tenha inspirado outras amigas dela que a seguem no Instagram e assim vai… Entendeu onde eu quero chegar? Quero chegar no fato de que VOCÊ, com a SUA coragem, pode ser a inspiração e força de tantas outras mulheres incríveis. Você pode ser o momento de epifania de uma mulher que está insegura!

Bom gatonas, acho que fica aqui então a moral da história: quando bater aquele momento de insegurança, pense que você pode ser a força das mulheres à sua volta! Você pode ser o grande exemplo pra elas, sem sequer conhecê-las. E daí você pode tirar forças desse pensamento para ser uma pessoa mais livre, leve e solta \o/

E por hoje é isso! Vocês se sentem inspiradas por alguma mulher? Já se sentiram inspiradas por uma total desconhecida? Me contem TUDO!
HUA HUA
BJÓN

............................
Espero que tenham gostado!
Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vou adorar saber sua opinião!